O Clube do Remo voltou a vacilar em casa no Campeonato Brasileiro da Série C. Neste domingo (6), no Mangueirão, o Leão chegou a abrir 2 x 0 contra o Confiança-SE, mas levou o empate em intervalo de dois minutos e saiu da partida com gosto amargo do placar.

O primeiro gol azulino saiu no primeiro tempo, com o atacante Luiz Eduardo. No primeiro minuto da etapa final, Pimentinha aumentou. O Confiança-SE empatou com gols de Tito e Rafael Villa.

O resultado manteve o Remo no G4, na quarta colocação, com 18 pontos. Na próxima rodada, o desafio será fora de casa, contra o líder do grupo, o CSA-AL, no sábado (12), às 16h.

LEÃO SAI NA FRENTE – Se não foi brilhante nos primeiros 45 minutos, pelo menos o Clube do Remo mostrou disposição e saiu para o intervalo com vitória parcial. Desde os primeiros minutos, o Leão tomou a iniciativa e foi para cima do clube sergipano.

No começo, empurrado pelo grande número de torcedores que foram ao Mangueirão, o Clube de Periçá esboçou pressão e explorou bastante as jogadas de velocidade com o atacante Pimentinha, que sempre procurava a grande área para que Eduardo Ramos ou Luiz Eduardo aproveitassem cruzamentos.


O gol do Leão foi questão de tempo. Em boa trama ofensiva, que teve a chance de marcar foi Luiz Eduardo, que não desperdiçou a chance e fez a festa do Fenômeno Azul.

CONFIANÇA CONSEGUE REAÇÃO – Na reta final, o Confiança melhorou e criou muitos perigos, principalmente com o meia Tito, mas a falta de pontaria do adversário garantiu o Leão na frente do placar.

No segundo tempo, mal deu tempo para o torcedor se sentar antes de tirar mais um grito de gol da garganta. Logo no primeiro minuto, Eduardo Ramos fez ótima jogada e deu de bandeja para o atacante Pimentinha aproveitar e aumentar o placar. 2 x 0.

O jogo encaminhava-se tranquilo para o time paraense até quando França cometeu pênalti em Tito. O próprio Tito foi para a cobrança, mas esbarrou na defesa do goleiro Vinicius, para a festa da torcida, que comemorou como gol.

Léo Goiano, então, mexeu no time. As mudanças deixaram a equipe mais defensiva. O Confiança soube aproveitar e logo marcou o seu gol, quando Tito fez jogada individual e finalizou em chute cruzado, não dando chances ao goleiro. 2 x 1.

Nem demorou muito e o segundo gol, do empate, veio. Em jogada rápida, foi a vez de Rafael Villa aproveitar bobeira da defesa remista e chutar novamente sem chances ao goleiro do Leão. 2 x 2.

Os minutos finais foram de “tudo ou nada” para o Remo. O time bem que tentou, mas não teve tranquilidade e, quando a oportunidade apareceu, parou nas ótimas defesas do goleiro Genivaldo, que garantiu o empate dentro do Mangueirão.

FICHA TÉCNICA;

Remo: Vinicius; Léo Rosa (Ilaílson), Leandro, Bruno e Gerson; João Paulo, Dudu, França (Igor João) e Eduardo Ramos; Pimentinha (Edgar) e Luiz Eduardo

Confiança: Genivaldo; Felipe, Mimica, Anderson e Madona; Jardel, Flávio (Eduardo-Gilsinho), Rafael Villa, Tito e Álvaro; Frontini

Estádio: Mangueirão, Belém (PA)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva

Auxiliares: Luiz H Souza Santos Renesto  e Diego Grubba Schitkovski

(DOL)

1 COMENTÁRIO

  1. A COVARDIA DE UM TÉCNICO, PARA SE MANTER NO CARGO, DEU ERRADO E DARÁ ERRADO SEMPRE! JOGO ERA PARABSER GOLEADA, MAS, COMO É O REMO, FICOU NO QUE DICOU!!!

Deixe uma resposta para Claudio Abraao Cancelar resposta

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui