Depois de grandes protestos, o torcedor azulino deu uma folga para o elenco, diretoria e comissão técnica do clube. Na manhã desta quarta-feira (31), o treino do Remo foi de portões fechados, porém nenhum torcedor apareceu na parte externa do Baenão.

O elenco remista realizou treino tático.

MAIS DOIS


Após o fim do contrato de Nano Krieger e as dispensas de Ronny e Danilinho, o Remo perde mais dois atletas: João Victor e Felipe.

João Victor (Foto: Mauro Ângelo)

O atacante João Victor recebeu uma proposta de redução salarial do técnico Josué Teixeira e de Marco Antonio Pina, o Magnata. “Meu contrato acaba hoje, recebi a proposta mas não aceitei”, explicou. O jogador ainda informou que conversou com Ricardo Ribeiro, vice-presidente azulino, e que ele não tinha conhecimento dessa proposta.

“Estou esperando o posicionamento da diretoria”, concluiu. João Victor iniciou sua carreira nas categorias de base do Paysandu, de 2011 a 2013, atuou pelo Santos (SP). No Pará já jogou pelo Tapajós e no Clube do Remo.

Felipe (Foto: Wagner Santana)

O atacante Felipe, 20 anos, também tem seu contrato encerrado nesta quinta-feira (1º). Ele vive a mesma situação de João Victor: espera um posicionamento da diretoria remista. Felipe São Francisco e Carajás, em 2016.

(DOL)

3 COMENTÁRIOS

  1. meus deus do céu essa diretoria não sabe nem conversar com os atletas, cara esse pina tem que ir embora do clube do remo, chega de ta contratando jogadores de baixa expressão

Deixe uma resposta para ivaldo Cancelar resposta

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui