Walter caiu nas graças do torcedor do Papão. Carismático e bom de bola, o jogador foi decisivo na vitória do Paysandu contra o Santos-AP, pelo confronto de ‘ida’ da segunda fase da Copa Verde 2018. O jogador revelou que ‘sabia’ que marcaria o primeiro gol com a camisa bicolor.

Durante a entrevista pós-jogo, o atacante contou que foi tocado quando estava ainda no banco de reservas, mas que nenhum companheiro se acusou. Walter brincou e atrelou o fato a algo sobrenatural, dando a confiança que o jogador precisava para marcar.


“Quando eu estava no banco, senti mãos nas minhas costas, aí perguntei ao Danilo Pires, que era quem estava do meu lado, se tinha ele me tocado e ele disse que não. Na hora, eu até brinquei dizendo então tinha sido um anjo, e que eu ia entrar e fazer um gol. E eu tenho certeza que foi isso, sim, porque ele sabe que eu precisava desse gol e o mais importante que foi a vitória que no final”, disse.

Ainda sem as condições ideais para ser titular, Walter deve ser opção de Dado Cavalcanti no clássico Re-Pa deste domingo (11), às 16h, no Mangueirão, em confronto que terá cobertura lance a lance do DOL.

(DOL)

1 COMENTÁRIO

  1. A ORCA FAZ GOL NO SANTOS, MAS NO LEÃO SÓ FEZ NADAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui