O Fluminense caiu de pé na Copa do Brasil. O time foi derrotado pelo Cruzeiro nos pênaltis após empate por 2 a 2 na noite de quarta-feira no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Independentemente do resultado, os tricolores entendem que o espírito guerreiro exibido pela equipe dentro das quatro linhas deve servir de exemplo para a sequência do trabalho. Ao longo da temporada a equipe carioca vem dando demonstrações de forças.

Pelo Campeonato Brasileiro, por exemplo, após estar perdendo por 3 a 0 para o Grêmio no Rio Grande do Sul, conseguiu reagir e triunfou por 5 a 4 em uma partida histórica. Contra o Cruzeiro, tanto no primeiro como no segundo jogo da Copa do Brasil foi buscar o empate nos acréscimos do segundo tempo.

Paulo Henrique Ganso abriu o placar para o Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)


“Temos nos empenhado e nos esforçado muito dentro de campo. O Fluminense sempre luta pelos seus objetivos e o grupo tem se entregado demais em campo para atingir suas metas”, disse o meia Paulo Henrique Ganso.

O técnico Fernando Diniz se mostra orgulhoso pela filosofia colocada em campo.

“Tem a frustração pela eliminação. Mas o maior sentimento é de orgulho pelo que estamos conseguindo fazer”, disse Diniz.

O elenco do Fluminense retornou de Belo Horizonte nesta quinta-feira e os jogadores foram liberados em seguida. Nesta sexta-feira à tarde acontece a reapresentação e Fernando Diniz vai começar a projetar a escalação para o clássico carioca contra o Flamengo, neste domingo, às 19h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, com seis pontos conquistados, tenta se afastar da zona de rebaixamento.

Fora de campo o Fluminense tem problemas. Por decisão do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região, por meio do árbitro Fábio Correia Luiz Soares, da 56ª Vara, o Fluminense teve penhorado mais de R$ 900 mil referentes a verbas a serem repassadas ao clube pela CBF. A decisão do magistrado foi motivada por conta de uma ação movida pelo lateral-direito Wellington Silva contra o clube. O jogador deixou o Tricolor em 2017.

O post Fluminense vê espírito de luta como modelo para sequência apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: Gazeta Esportiva

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns para o site da Rádio Clube do Pará. Eu que moro no RJ há bastante tempo, antigamente era difícil termos notícias da nossa cidade, hoje temos praticamente em tempo real. Não posso dizer o mesmo para outros sites do Pará que mesmo tendo mais prestígios não atualizam as informações em tempo real.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui