A disputa por pênaltis na Copa do Brasil chama atenção pela emoção. E um ex-bicolor foi o centro das atenções, nesta quarta-feira (26), mas como vilão da própria torcida.

O goleiro Mota deixou o Paysandu e foi para o XV de Piracicaba-SP, que recebeu o Juventude-RS, pela segunda fase. O placar foi de 1 a 1 no tempo normal, o que levou a decisão para os pênaltis.


Após 19 cobranças, o ex-camisa 1 bicolor foi bater a cobrança e mandou a bola por cima do gol, o que eliminou a sua equipe do torneio e classificou os gaúchos para a 3ª fase.

(DOL)

1 COMENTÁRIO

  1. Eu acho engraçado as reportagens referentes aos clubes paraenses, a do remo: “Técnico vai motivar o time”, “área para cadeirante”. Já sobre o Paysandu, nenhuma, pois o que tem a ver o mota ter jogado aqui e perder o penalty, jornaleco tendencioso, viu! A curuzu toda é acessível para os portadores de necessidade, o baenao nem banheiro tem!
    Por que não falam situação real do remo, sobre a rea situação, que o time só não acabou ainda por causa do apadrinhamento dos Barbalhos, que mesmo assim, não resolve, pois não entram em campo e quem não presta é o time e os dirigentes.
    Claro que não estou dizendo que o paysandu está uma maravilha, mas acho impressionante as reportagens que tentam só diminuir o clube!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui