O técnico do Paysandu, Hélio dos Anjos falou à imprensa após o empate em 2 a 2 contra o Náutico-PE, que tirou do Papão o acesso a Série B do Campeonato Brasileiro depois de perder por 5 a 3 nos pênaltis.

Bastante inconformado, o treinador desabafou e acusou o árbitro Leandro Pedro Vuaden de favorecer o Náutico-PE no pênalti decisivo.


“Já fomos penalizados. Comissão técnica do Náutico-PE é toda gaúcha. Colocaram Daronco em Belém e agora o Vuaden. Fomos prejudicados e roubados na cara dura”, afirmou o técnico bicolor. “Vuaden não chega a lugar nenhum no futebol”.

Sobre o time, o treinador disse que perdeu peças para a cobrança de penalidades e lamenta a perda do acesso a Série B.

“O pênalti mexeu bastante com os atletas e perdi jogadores que poderiam bater as cobranças. Fica aqui minha tristeza mas agradeço o apoio da torcida que veio até Recife (PE)”, concluiu.

Sem o acesso, o Paysandu volta a jogar na quarta-feira (11), contra o Bragantino, pela Copa Verde

3 COMENTÁRIOS

  1. TORCEDORES DESSE TIME DE COMÉDIA CHAMADO REMIJADOS AGORA TÁ TIRANDO COM O MELHOR DO NORTE SE FOSSEM ELES FICAVAM CALADOS POIS FAZ QUATRO ANOS QU
    E NÃO CONSEGUE ACESSO BANDO DE TORCEDORES BUC.. ………

  2. O Paysandu foi incompetente nas finalizações, perderam a chance de dar uma goleada sonora, Nícolas perdeu dois gols feitos, o volante perdeu na cara do goleiro também. Mas o juiz também deu uma força grande ao Náutico, não foi pênalti, estava mal intencionado. O Náutico pode erguer uma estátua do BUADEN para comemorar o feito.
    Que fique de exemplo pra Remo e Paysandu, o bastidor eliminou os dois, o Remo no jogo combinado no RS e o Paysandu no penalti não marcado em Belém e o penalti mal marcado ontem. Quando o campeonato afunila, o bastidor tem que ser levado em consideração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui