Ao final do jogo, após uma atuação que não agradou nem aos torcedores nem aos atletas, os jogadores do Paysandu não se esquivaram das cobranças. O meia Rodrigo, um dos mais cobrados, assumiu sua parcela de culpa no resultado. “A gente tomou um gol que não esperava. Depois tivemos que correr dobrado para conseguir o resultado. Conseguimos o gol no segundo tempo e depois perdemos a chance de matar o jogo. E a bola pune! Eu errei, admito. Perdi gols importantes e acabamos perdendo”, comenta o meio campista.

Para o meia bicolor, a missão do time é responder em campo às cobranças da torcida. “Agora é correr atrás e buscar fazer, fora de casa, um melhor resultado possível. E fazer um segundo turno inteiramente diferente do que fizemos nesse primeiro”, avalia Rodrigo. Se o autor da assistência do jogo fez seu mea culpa, o autor do gol bicolor também não criticou as cobranças da torcida. “Eles estão no direito deles de reclamar. Temos que saber assimilar essas cobranças e dar a resposta com resultados”, comentou o atacante Magno.


Dúvida para a partida durante a semana, Magno surpreendeu com bom futebol, ajudando a mudar o panorama do jogo. O atacante afirma que a opção por começar no banco foi técnica, e não clínica. “Condições de jogar dois tempos eu tinha, mas temos que respeitar a decisão do treinador. É uma pessoa muito inteligente e vai sempre buscar o melhor pra equipe”, comentou.

O atacante acredita que o esquema de jogo que o time vem utilizando não o prejudica, e avalia que o principal problema do time bicolor, nas últimas rodadas, tem sido a falta de atenção na defesa. “O negócio é não tomar gols bobos, como temos tomado, porque aí prejudica buscar qualquer resultado”, comentou, citando desatenção geral.

(Taion Almeida/Diário do Pará)

2 COMENTÁRIOS

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk mais uma peia dessa porcaria de time da mucura, vai cair imundice kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Eu comentei no site de outra empresa antes do jogo que o Papão, o máximo que consegueria era um empate contra o Vozão, muito simples não precisa ser adivinho, basta acompanhar o time nos seus jogos, o meio campo do papão não existe, a lateral direita e capenga, o time não tem jogadas pela direita e esquerda muito menos pelo meio e o goleiro que retornou é um goleiro que atrai gol na sua meta, qdo o adversário erra ele ajuda a colocar pra dentro. Se lerem o que eu escrevi e reafirmo que perderia de 2 x 1 pro Vozão. tal fato aconteceu.
    E digo mais com esse treineiro que é igual o que saiu e com esse plantel sem sangue, vai ser difícil sair da 16a. sobe até 11a. e volta se não for para Z-4. Anotem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui