Caso poderá ser solucionado hoje no TRT após parecer favoravel ao Remo.

Remo conquistou nova vitória fora de campo no caso Rony, nesta sexta-feira (18), após novo pedido do atleta querer ser liberado do clube por conta de salários atrasados.

Através da juíza Lea Helena Pessoa dos Santos Sarmento, do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, os advogados de Rony pediram uma reconsideração na decisão que foi feita sobre o caso, na última quarta-feira (16) e o parecer da juíza foi novamente favorável ao Remo.

Via Whatsapp

 


No documento, os advogados de Rony solicitam o fim do contrato do jogador com o clube e isso daria liberdade ao atleta para negociar seu passe com outra equipe.

No mesmo documento, o julgamento do caso Rony foi alterado passando do dia 30 para o dia 31 de outubro, pela manhã na 3ª Vara do Trabalho, na sede do TRT-PA/AP, em Belém.

Rony alega dez meses de salários atrasados referentes ao ano de 2018, porém o assunto não foi informado a diretoria do Remo, que ajudou o atleta em itens como moradia e alimentação.

Em contato com a reportagem, o advogado do Remo, Pietro Alves, informo que o clube irá solucionar o caso dentro da área judicial.

 | Samara Miranda / Remo

 | Samara Miranda / Remo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui