Sai para lá, zona! O Paysandu venceu mais uma partida fora de casa e se distanciou da zona de rebaixamento da Série B. Contra o Santa Cruz-PE, na Arena Pernambuco, na noite desta terça-feira (1), o Papão venceu por 2 x 1, de virada, chegando ao 14º lugar da competição.

Em pênalti polêmico ainda no primeiro tempo, Ricardo Bueno abriu o placar para o Santa. O Paysandu conseguiu a virada com gols do lateral Ayrton e do meia Bergson, o segundo já na marca dos 40 minutos do segundo tempo. 2 x 1.

A vitória levou aliviou a situação do clube paraense, que estava na 16ª posição. A chance de subir ainda mais na tabela será na próxima rodada, no sábado (5), às 19h, contra o Figueirense-SC, no Estádio da Curuzu.

PAPÃO MELHOR, MAS SANTA SAI NA FRENTE: O placar no final do primeiro tempo de partida não retratou fielmente o que foi a etapa inicial de Santa Cruz-PE e Paysandu. O Papão, com mais oportunidades de gol, foi para o intervalo com derrota por 1 x 0.


Jogando em casa e mesmo sem o grande apoio da torcida, que foi em número baixo ao estádio, o Santa Cruz tentou esboçar pressão nos primeiros minutos, trocando passes na entrada da área e mandando muitos cruzamentos, mas todos sem realmente assustar o goleiro Emerson.

As melhores oportunidades, inclusive, sempre estiveram com o Paysandu, seja com o lateral Ayrton, em bolas paradas, ou em cruzamento para Rodrigo Andrade, dentro da área, que o goleiro Julio Cesar se esticou e executou a defesa.

Na reta final dos primeiros 45 minutos, em lance polêmico, o árbitro viu toque de mão do lateral Peri dentro da área. Pênalti que o atacante Ricardo Bueno bateu e marcou, colocando a Cobra Coral na frente até o intervalo.

A VIRADA BICOLOR: No segundo tempo, o Paysandu voltou com outra dinâmica e foi para cima do time pernambucano. Nem demorou muito para que o gol saísse. Em falta na entrada da área, o lateral Ayrton cobrou com categoria e deixou tudo igual na Arena Pernambuco.

Logo após marcar o seu gol, o Papão teve outro fato que facilitou a vida em campo. Em arrancada do atacante Magno, o goleiro Julio Cesar chegou desajeitado no lance e cometeu falta dura, que lhe rendeu o cartão vermelho direto.

Com um a mais, o time comandado por Marquinhos Santos dominou as ações no setor ofensivo, não dando espaços e chances para o Santa Cruz contra-atacar. O gol parecia questão de tempo.

Na marca dos 40 minutos, a recompensa pela insistência. Em cruzamento, Bergson recebeu bola na entrada da área e mandou para o fundo da rede do goleiro Jackson, que não conseguiu defendeu. 2 x 1.

No apito final do árbitro, festa dos jogadores do Paysandu e bronca dos poucos torcedores da Cobra Coral que compareceram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui