Na estreia de Hélio dos Anjos, a sensação da Fiel foi a mesma de Neymar: saudade do que a gente não viveu. Neste domingo (2), o Paysandu desceu mais uma vez para os vestiários com um empate na conta e já soma quatro jogos sem vencer. “Tomamos mais uma vez um gol bobo. No primeiro tempo tivemos um bom volume de jogo, no segundo tempo não conseguimos manter o mesmo ritmo”, disse Bruno Collaço.

A partida contra o São José-RS terminou 1×1, na Curuzu.

Esta foi a terceira troca de treinador na temporada e o gás no elenco bicolor ainda está em falta. Na conta, mais uma expulsão: dessa vez foi Caíque.


O Paysandu começou pressionando bem e pressionando mais. Paulo Rangel abriu o placar ainda no primeiro tempo. A jogada teve bastante velocidade após roubada de bola, com jogada iniciada por Diego Rosa. O jogador foi responsável por muitos lances de periogo.

Porém, o retorno para o segundo tempo foi de cansaço. O Papão mostrou outra postura, e o Zezinho aproveitou bem as oportunidades. Com pouco tempo em campo, Xuxa não se intimidou e chutou forte de longe. O resultado foi o gol de empate.

A reação do Bicola veio apenas no fim da etapa, com tentativas de Nicolas, mas tudo em vão: o jogo terminou empatado.

O Papão que já estava fora do G4, permaneceu. Com 8 pontos, o time amarga a 5ª posição.

BICOLINDAS

Durante a partida uma mulher que faz parte das Bicolindas, grupo de animadoras de torcidas do Paysandu, passou mal ao lado do gramado. Ela precisou de atendimento médico.

(DOL)

1 COMENTÁRIO

  1. Realmente vcs da Imprensa estão certo O Papão é ressuscitador de defunto, tanto é verdade que ressuscitou um treinador que tava morto para o futebol, ressuscitou o Boa Esporte e vai ressuscita o Atletico acreano. Sbe por que? É dirigido por um presidente incompetente, diretoria que trabalha com futebol são analfa nessa modalidade desportiva. Por isso que são ressuscitador de time e treinador morto no futebol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui