Cabisbaixos por mais um tropeço do time, que aumentou as chances de queda à Série C de 2018, os jogadores do Paysandu deixaram o gramado do Serra Dourada, no último sábado, lamentando o fato de o time ter desperdiçado a chance de somar três pontos na Série B. “O Goiás teve qualidade e venceu o jogo. Agora temos de levantar a cabeça e pensar no Guarani”, resumiu, apressado, o volante Rodrigo Andrade ao se dirigir para o vestiário.

O lateral-esquerdo Guilherme Santos, por sua vez, admitiu que a defesa bicolor falhou nos lances dos dois gols do adversário e que, por isso, acabou pagando caro. “A gente estava bem na marcação, mas na parte defensiva não se pode abaixar a guarda. A gente tem de ter um pouco mais de atenção”, afirmou. “A gente estava bem no jogo, mas após o gol que fez, o adversário cresceu na partida”, analisou.


O meia Diogo Oliveira, que continua não conseguindo completar uma partida – foi a 29ª em que ele não completou os 90 minutos – até viu virtudes no comportamento do time. “O espírito que tivemos contra o ABC foi o mesmo que tivemos no jogo de hoje (sábado). É dessa forma que a gente vai conseguir chegar ao objetivo, que é o de sair da parte de baixo da tabela”, comparou o meia, que foi peça decorativa em campo

(Nildo Lima/Diário do Pará)

1 COMENTÁRIO

  1. Como o treinador vai conseguir melhorar esse time em 5 dias se passou 15 dias treinando pra jogar contra o America Mineiro e não viram a cor da bola. ganharam em belem de uma galinha morta de 2 x 0, ele achou que o time estava ótimo, o que se viu um time sem vibração, só troca passes do lateral a lateral e boi bumba pra frente, um bolo de jogadores na frente brigando por espaço, centro avante que joga mais de zagueiro que de atacante. Um meia de ligação que não liga nada x nada. O treinador quer enganar quem? só os dirigentes do papão que são cegos, surdos e idiotas.
    Será que a imprensa, escrita, falada e televisada, engole essa balela desse treinador?

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui