De forma vexatória, o Remo deu adeus à Copa do Brasil 2020 após ser goleado pelo Brusque-SC por 5 a 1, na noite desta quinta-feira (20), pela segunda fase da competição. O jogo foi realizado no interior catarinense, com mais de três mil pessoas no estádio Augusto Bauer.

VEJA COMO FOI O JOGO

O primeiro tempo já daria sinais de que o Remo teria que suportar a pressão do time da casa. Logo no início, Vinicius espalma chute de Alex Sandro e logo depois, segurou firme o chute de Rodolfo Potiguar.

Nulo no ataque, o Remo não conseguia dar trabalho ao goleiro Zé Carlos, que tinha visão privilegiada do jogo, bem diferente de Vinicius que virou herói aos 26 minutos, quando Edu bateu pênalti e o goleiro remista fez a defesa.

Mas no vacilo do time azulino, o Brusque-SC abriu o placar: Lailson errou o passe e no ataque seguinte, Thiago Alagoano marca o primeiro do Brusque-SC.

Atrás do placar, o Remo tomou atitude no segundo tempo e tirou os apagados Douglas Packer e Lailson para entradas de Hélio e Robinho, o que já movimentou o time remista no segundo tempo, quando o atacante entrou na área e chutou para defesa de Zé Carlos.

O Remo atacava, mas acabou tomando o segundo gol aos 14 minutos: em cobrança de falta, Airton contou com ajuda de Vinicius para fazer Brusque-SC 2 a 0.


Logo após o gol, Giovane entrou e o Remo foi para o ataque: a mudança acabou dando certo, pois aos 26 minutos, o atacante aproveitou toque de Ronael para diminuir o placar e colocar o Leão no jogo.

Mas o gás azulino acabou em menos de cinco minutos: em duas jogadas rápidas, o Brusque-SC marcou dois gols com Neguete, contra e depois com Thiago Alagoano.

Nos acréscimos, o golpe final: Dandan cruza para Edu fechar o caixão remista na Copa do Brasil e garantir o Brusque-SC a uma inédita terceira fase da competição.

Resta ao Leão o Campeonato Paraense, aonde o time azulino volta a campo no dia 1º de março, contra o Carajás, no Baenão.

VEJA OS GOLS

 

FICHA TÉCNICA

BRUSQUE-SC: Zé Carlos; Gustavo Henrique (Ruan), Ianson, Everton Alemão e Airton; Rodolfo Potiguar (Emerson Martins), Zé Mateus e Thiago Alagoano; Alex Sandro (Dandan), Marco Antônio e Edu.

Técnico: Jerson Testoni

REMO: Vinicius; Mimica, Neguete e Fredon; Ronaell, Xaves (Giovane), Gelson, Lailson (Robinho) e Douglas Packer (Hélio); Gustavo Ermel e Jackson.

Técnico: Rafael Jacques

ÁRBITRO: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

ASSISTENTES: Marconi Helbert (MG) e Magno Lira (MG)

CARTÕES AMARELOS: Rodolfo Potiguar, Zé Mateus, Alex Sandro e Thiago Alagoano (BRU); Lailson, Fredson e Ronael (REM)

RENDA: R$ 156.940,00

PÚBLICO PAGANTE: 2.316

PÚBLICO TOTAL: 3.892

LOCAL: estádio Augusto Bauer, Brusque (SC)

1 COMENTÁRIO

  1. Creio que nem vale a pena entrar em torneios desse tipo se não tem condições de participar de forma efetiva. Essas goleadas ficam na história do clube, são desmoralizantes. Lamentável!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui