A polêmica envolvendo o Paysandu, a CBF e o árbitro Leandro Vuaden, após o fatídico jogo do último dia 8, pela Série C do Campeonato Brasileiro, ganhou repercussão internacional, nesta terça-feira (17).

O famoso jornal argentino “Olé!” publicou uma matéria sobre  o título de “persona non grata” dado a Vuaden pela Câmara Municipal de Belém. “Um árbitro ‘non grato’ em Brasil”, diz a reportagem, estampando uma foto do juiz gaúcho.

 


O artigo também enfatiza (em negrito) que o Paysandu foi “aquele time” que enfrentou o Boca na Libertadores de 2003, mas que agora “perambula pela Série C de seu país”.

Eles explicam que tudo aconteceu porque o juiz marcou um pênalti aos 49 do segundo tempo, dando chance para o Náutico empatar o jogo, vencer a rodada e deixar o Paysandu fora da Série B 2020.

Os argentinos também falam que nem todos os paraenses estão com raiva da atitude de Vuaden. “O Clube do Remo, rival do Paysandu, festejou a eliminação e torcedores levaram uma foto gigante do árbitro. Vilão para uns, herói para outros”, diz um trecho da reportagem.

Veja a matéria do Olé aqui

1 COMENTÁRIO

  1. Sou torcedor do Payssandu. Que lamentável estarmos sendo sarcasticamente mencionados no OLÉ…Mais lamentável é dependermos de um pênalti fatídico quando deveríamos estar com sobras para levarmos até gol de mão…Pobre futebol Paraense. Chuifff!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui