Nos estádios de futebol há espaço para incentivo ao time de coração e comemoração na hora do gol, mas ultimamente alguns cânticos acabam ganhando um tom de preconceito e que geram punições, o que já ocorreu com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por meio da torcida em jogos da seleção brasileira.

Diante deste cenário, uma torcida organizada do Paysandu emitiu uma nota nas redes sociais que apesar do canto de incentivo ao time bicolor, irá evitar de provocar o Clube do Remo e seus torcedores.

A justificativa da torcida é de que a forma de pensar sobre o assunto apenas evoluiu, ao ponto de não precisar ter cânticos homofóbicos para manter viva a rivalidade.


Neste domingo (30), será o primeiro clássico que a torcida irá adotar a nova postura e nas redes sociais, já lançou uma nova música, em tom de incentivo ao Paysandu.


No Re-Pa, as torcidas organizadas de Paysandu e Remo vão estar em novas posições nas arquibancadas do estádio Mangueirão.

O duelo será amanhã, às 16h, com cobertura do portal DOL.

(DOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui